57ª Assembleia Geral da CNBB discutirá Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora 2019-2023

Geral  01 de maio

Entre os dias 1º e 10 de maio de 2019 acontece no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida, do Santuário Nacional de Aparecida, a 57ª Assembleia Geral do Bispos do Brasil (AG). O desafio de atualizar as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil para o período 2019-2023 e a eleição da nova presidência da CNBB serão os temas centrais do encontro.

A Assembleia Geral é o órgão supremo da CNBB, que visa expressar e realizar um maior afeto colegial, comunhão e corresponsabilidade dos Pastores da Igreja no Brasil. Realizada anualmente, trata de assuntos pastorais, de ordem espiritual e temporal, bem como dos problemas que emergem da vida das pessoas e da sociedade, na perspectiva da evangelização.

Para a Assembleia são convocados todos os membros da CNBB. Também podem ser convidados à participação os bispos eméritos e representantes de organismos e pastorais da Igreja. O Episcopado Brasileiro é composto de 323 bispos ativos e 171 eméritos (dados de 09/04/2018).

A 57ª Assembleia tem início no dia 1º de maio, com a missa no Santuário Nacional de Aparecida; seguida da cerimônia de instalação da AG, no auditório do Centro de Eventos Padre Vítor Coelho. Todos os dias, exceto domingo, serão celebradas missas com laudes, no início das manhãs, no Santuário Nacional de Aparecida, com transmissão ao vivo pelas Emissoras Católicas de rádio e televisão. Os trabalhos da Assembleia serão divididos em quatro sessões diárias. Nos dias 4 e 5 de maio acontecerá o retiro dos bispos, pregado por Dom José Tolentino Mendonça, Arcebispo arquivista e bibliotecário da Santa Sé. A AG se estende até o dia 10 de maio, com a cerimônia de encerramento. Há a expectativa inicial de publicação de duas mensagens e carta final sendo uma ao papa Francisco e outra ao prefeito da Congregação para os Bispos.

As Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora (DGAE) da Igreja no Brasil para o quadriênio 2019 a 2023, a ser aprovada na AG, foi produzida inicialmente pela Comissão Especial, sendo objeto de sugestões e emendas dos órgãos da CNBB, como seu Conselho Permanente, dos bispos, dos organismos e pastorais da Igreja no Brasil. O trabalho teve  início com as primeiras sugestões apontadas pelos bispos na 56ª AG e foca na atuação da Igreja no mundo urbano. Buscar-se-á, na Assembleia deste ano, transformar as novas Diretrizes em projetos pastorais que respondam às realidades de cada região e respeitem a unidade da Igreja.

Também é pauta desta Assembleia a eleição da nova presidência, para o próximo quadriênio. A presidência será composta pelo presidente, 1º vice-presidente, 2º vice-presidente, secretário-geral e vice-secretário-geral. Também serão eleitos os 12 presidentes das comissões episcopais pastorais e o delegado e o suplente junto ao Conselho Episcopal Latino Americano (Celam).

Dom Silvio Guterres Dutra, Bispo Diocesano de Vacaria, participará da Assembleia. Notícias sobre a AG poderão ser acompanhadas pelas mídias católicas, pelo site da CNBB e pelas redes sociais da Diocese.

Texto: PASCOM
Imagem: By Photograph by Mike Peel (www.mikepeel.net)., CC BY-SA 4.0, Link
Fontes consultadas: Guia para os Jornalistas da 57ª AG da CNBB
 

FACEBOOK

Outras notícias