A Diocese

Até o ano de 1910, todo o estado do Rio Grande do Sul era constituído de uma única Diocese: a Diocese de São Pedro do Rio Grande do Sul, que enfrentava sérios problemas pastorais em virtude se sua enorme extensão. No dia 15 de agosto deste ano, o Papa Pio X, através da Bula Praedecessorum Nostrorum, dividiu-a em quatro circunscrições, criando as Dioceses de Santa Maria, Pelotas e Uruguaiana e elevando à Diocese de Porto Alegre a Sede Metropolitana. O território que hoje corresponde à Vacaria passou a pertencer à Diocese de Santa Maria e, em 1921, voltou à jurisdição eclesiástica da Arquidiocese de Porto Alegre.

Partiu de Dom João Becker, Arcebispo de Porto Alegre, a iniciativa de criar a Prelazia de Vacaria. Atendido apenas por religiosos, desde que Frei Alfredo assumiu como Vigário, o território era considerado “Terra de Missões”. Por isso, a ideia de criar uma Prelazia foi bem aceita pelos capuchinhos e pelas lideranças católicas de Vacaria. Em 1933, após várias reuniões envolvendo os Vigários e lideranças de Vacaria e de Caxias do Sul, durante uma visita pastoral à Vacaria, Dom João Becker tratou da fundação do Bispado ou da Prelazia de Vacaria. No dia 08 de setembro de 1934, dia em que a Diocese de Vacaria celebra seu aniversário, o Papa Pio XI criou, através da Bula Dominici Gregis, a Prelazia de Nossa Senhora da Oliveira, com sede em Vacaria, sob Administração Apostólica de Dom João Becker.

A celebração solene de instalação da prelazia de Vacaria e da Diocese de Caxias do Sul aconteceu no dia 20 de abril de 1935, na Cripta da Catedral Metropolitana de Porto Alegre. O primeiro Bispo Prelado da Prelazia de Nossa Senhora da Oliveira de Vacaria, Dom Cândido Maria Bampi, ex-superior dos Capuchinhos do Rio Grande do Sul, foi nomeado em 03 de julho de 1936. Sua ordenação episcopal foi no dia 04 de outubro e a posse no dia 04 de novembro. Ele também foi o responsável por criar novas paróquias e fundar o Asilo Divina Providência e o Seminário Menor Nossa Senhora da Oliveira.

No dia 10 de fevereiro de 1957, o Repórter Esso, da Rádio Farroupilha de Porto Alegre, anunciava que o Papa Pio XII havia elevado a Prelazia Nullius de Vacaria à categoria de Diocese. Essa, sufragânea ao Arcebispado de Porto Alegre. A “Qui Vicaria”, Bula Pontifícia que criou a Diocese, é do dia 18 de janeiro de 1957 e, no dia 28 de abril deste mesmo ano, aconteceu a solenidade de Ereção Oficial. O primeiro Bispo Diocesano de Vacaria foi nomeado no dia 24 de maio de 1958: Padre Augusto Petró, Vigário Geral da Arquidiocese de Porto Alegre, foi ordenado Bispo no dia 27 de julho de 1958, em Porto Alegre.

Pouco tempo depois, em 14 de junho de 1965, Dom Augusto Petró assumiu a Diocese de Uruguaiana. O novo bispo de Vacaria, Dom Henrique Gelain, foi nomeado no dia 04 de abril de 1964. Ele foi o responsável por aplicar, na prática, as novas Diretrizes da Igreja, estipuladas no Concílio Vaticano II, fundou outras novas paróquias e construiu a nova Residência Episcopal.

No ano de 1983, Dom Henrique solicitou a nomeação de um Bispo-Coadjutor, com direito à sucessão. Foi então que, no dia 07 de Agosto de 1983, Dom Frei Orlando Octacílio Dotti tomou posse como Bispo Auxiliar da Diocese de Nossa Senhora da Oliveira de Vacaria. Dom Orlando iria, posteriormente, suceder Dom Henrique Gelain, em fevereiro de 1986 e é, atualmente, Bispo Emérito da Diocese. Depois destes, foram Bispos Diocesanos de Vacaria, Dom Pedro Sbalchiero Netto e, atualmente, Dom Irineu Gassen.