Bispos

Dom João Becker
  Arcebispo de Porto Alegre
  Administrador Apostólico da Prelazia de Vacaria de 25/03/1935 à 04/11/1936









Dom Cândido Maria Bamppi
  Bispo Prelado de 04/11/1936 à 28/04/1957










Dom Cláudio Colling
  Bispo Administrativo de 28/04/1957 à 17/08/1958











Dom Augusto Petró
Bispo Diocesano de 17/08/1957 à 12/07/1964









Dom Henrique Gelain
Bispo Diocesano de 12/07/1964 à 05/02/1986











Dom Orlando Dotti
Bispo Coadjutor de 07/07/1983 à 05/02/1986
Bispo Diocesano de 05/02/1986 à 12/11/2003
Adm Apostólico de 16/01/2007 à 24/08/2008
Bispo Emérito desde 13/11/2003







Dom Pedro Sbalquiero Neto
Bispo Coadjutor de 17/04/2003 à 12/11/2003
Bispo Diocesano de 12/11/2003 à 15/01/2007









Dom Irineu Gassen
Bispo Diocesano desde 24/08/2008











Governo da Diocese de Vacaria

A Igreja Particular de Vacaria iniciou sua caminhada com a Bula Papal Dominici Gregis, pela qual, em 08 de abril de 1934, foi constituída em prelazia, recebendo, em 20 de abril de 1935, o arcebispo de Porto Alegre, Dom João Becker (link para a Biografia dele), como Administrador Apostólico.

No dia 08 de julho de 1936, a Sé Apostólica nomeou o Pe Frei Cândido Julio Maria Bampi (link para a Biografia dele), capuchinho, para Prelado de Vacaria, sendo também nomeado bispo titular de Tlos, na Ásia Menor. No dia 04 de outubro de 1936, o prelado recebeu a ordenação episcopal e, no dia 04 de novembro daquele mesmo ano, assumiu a Prelazia de Vacaria.

Com a Bula Papal Qui Vicária, de 18 de janeiro de 1957, a Prelazia de Vacaria foi elevada à condição de Diocese e, em 28 de abril de 1957, foi solenemente instalada pelo Núncio Apostólico do Brasil, ocasião em que foi-lhe dado como Administrador Apostólico o bispo de Passo Fundo, Dom Cláudio Colling (link para a Biografia dele).

Nomeado em 16 de maio de 1958 e ordenado em 27 de julho de 1958, tomou posse, a 17 de agosto de 1958, como primeiro bispo diocesano de Vacaria, Dom Augusto Petró (link para a Biografia dele), do Clero de Porto Alegre.

Com a transferência de Dom Augusto para Uruguaiana, a Diocese de Vacaria ficou vacante. Por isso, os consultores diocesanos elegeram o Pe Frei Florêncio Gelain para Vigário Capitular – administrador diocesano até a chegada do novo bispo.

Transferido de Lins, ele que já fora bispo de Cajaseiras, Dom Henrique Gelain (link para a Biografia dele) tomou posse na Diocese de Vacaria, como segundo bispo diocesano, em 11 de julho de 1964.

Depois de ter exercido seu ministério episcopal em Caçador – SC e na Barra – BA, Dom Orlando Octacílio Dotti (link para a Biografia dele), capuchinho, tomou posse como Bispo Coadjutor em 07 de agosto de 1983 e, em 05 de fevereiro de 1986, com a renúncia de Dom Henrique Gelain, assumiu a Diocese de Vacaria, como terceiro bispo diocesano.

Dom Pedro Sbalchiero Neto (link para a Biografia dele), saletino, foi nomeado bispo coadjuvante de Vacaria no dia 08 de janeiro de 2003. Ordenado no dia 04 de abril de 2003, Dom Pedro tomou posse como quarto bispo diocesano no dia 12 de novembro daquele ano.

Por estar, Dom Pedro, impossibilitado de exercer seu ministério episcopal, por motivo de saúde, no dia 08 de janeiro de 2007 foi nomeado para Administrador Apostólico da Diocese, Dom Orlando Dotti, do qual tomou posse no dia 16 de janeiro.

Com o falecimento de Dom Pedro, a 03 de julho de 2007, a Diocese de Vacaria tornou-se vacante, continuando a ser administrada por Dom Orlando.

Em 28 de maio de 2008, foi nomeado o quinto bispo diocesano de Vacaria, na pessoa de Dom Irineu Gassen (link para a Biografia dele), franciscano, o qual foi ordenado no dia 27 de julho de 2008 e empossado em 27 de agosto.